Saulo Sandro Alves Dias

Há dias atrás tive o prazer de conversar por cerca de uma hora com Saulo Sandro Alves Dias, músico de Ituiutaba, no interior de Minas. Tenho buscado informações e apoio dele há alguns meses, pois sua tese de doutorado, defendida em 2010 na Faculdade de Educação da USP, trata de um tema que me é caríssimo: o processo de escolarização da viola caipira. Assim, ele já se tornou mais um parceiro.

A tese, que já foi publicada, teve um primeiro lançamento lá em Ituiutaba e logo vai ser lançada em São Paulo. Mas é possível encontrar o texto na Biblioteca Digital da USP através do link. Saulo aborda ali o processo recente que levou a viola caipira para as escolas e universidades e as questões históricas e sociais inerentes a este processo no Brasil.

Eu gravei a conversa que tive com ele, feita pela internet, via skype. Foi muito interessante. Ele falou sobre o efeito multiplicador da escolarização da viola caipira e sobre a influência da tradição das duplas sobre os novos violeiros.

Na tela, trechos desta conversa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s